Notícia

Oi amplia prazo para fechar acordo com credores que têm até R$ 50 mil a receber

Oi amplia prazo para fechar acordo com credores que têm até R$ 50 mil a receber

A empresa de Telefonia Oi decidiu estender até o próximo dia 8 o prazo para fechamento de acordo com credores da recuperação judicial da companhia que querem receber valores até R$ 50 mil. O Programa para Acordo com Credores da Oi teve a segunda fase encerrada no dia 30 de novembro e passa agora a aceitar acordos celebrados até o dia 8 deste mês.

Os interessados devem acessar a plataforma eletrônica www.credor.oi.com.br e agendar a data de comparecimento aos centros de atendimento localizados nas cidades do Rio de Janeiro, de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Salvador e Goiânia. O atendimento será nos dias úteis, das 9h às 17h.

Para o presidente da Oi, Eurico Teles, também diretor jurídico da empresa, essa é mais uma oportunidade para os credores da companhia que ainda não fizeram acordo. Segundo ele, até o momento, a Oi fechou cerca de 30 mil acordos, com desembolsos que somaram R$ 196 milhões. “Consideramos um bom resultado, diante dos desafios para estruturar um programa nacional para atender a milhares de credores espalhados pelo Brasil”, afirmou Teles.

O pagamento é feito em duas parcelas. A primeira equivale a 90% do valor devido e será depositada em até dez dias úteis após a assinatura do acordo. Os 10% restantes serão pagos em até dez dias úteis depois da homologação do Plano de Recuperação Judicial, que será votado na Assembleia Geral de Credores (AGC), marcada para o dia 19 deste mês, em primeira convocação, informou a assessoria de imprensa da Oi.

Os credores de outras regiões do país interessados em fechar o acordo devem entrar em contato com a Oi pelo número gratuito 0800 644 3111. O Programa para Acordo com Credores da Oi visa a atender aos credores do processo de recuperação judicial da companhia que constam da relação publicada em 29 de maio de 2017.

De acordo com a empresa, 36 mil credores já se cadastraram na plataforma eletrônica para receber valores de até R$ 50 mil. Dos cerca de 55 mil credores do processo de recuperação judicial, em torno de 53 mil têm até R$ 50 mil a receber.

Informações da Agência Brasil

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Chuveiro na posição "inverno" consome 30% mais. Banhos mais curtos ajudam a economizar até 40%. Geladeira em má condição consome até 70% da conta do mês. Em casa ou no escritório, tire os aparelhos eletrônicos da tomada quando estão fora de uso, principalmente televisão, aparelhos de DVD/Blue-Ray e de som.