Notícia

Inscrições para Bolsa Atleta começam amanhã (08) e vão até o dia 22

Inscrições para Bolsa Atleta começam amanhã (08) e vão até o dia 22

As inscrições para a nova chamada do programa Bolsa Atleta começam amanhã (08) e seguem até 22 de agosto. O programa escolherá atletas de cinco categorias para receberem bolsas de R$ 370 a R$ 3,1 mil. O critério será o desempenho em competições esportivas no ano de 2016 para modalidades olímpicas e paralímpicas. Cada contemplado vai receber valor correspondente a 12 parcelas da bolsa definida para a categoria a qual pertence.

Podem concorrer atletas que tenham obtido bons resultados em competições nacionais e internacionais de suas modalidades e que estejam vinculados a uma entidade de prática desportiva. Esportistas da categoria Estudantil devem estar regularmente matriculados em instituição de ensino, pública ou privada.

O Bolsa Atleta é considerado o maior programa de patrocínio esportivo individual e direto do mundo e tem contribuído para a formação de atletas que representem o País em competições de nível nacional e internacional.

Desde a criação da iniciativa, em 2005, já foram 20,7 mil atletas brasileiros patrocinados. O investimento total ultrapassa R$ 890 milhões, distribuídos em aproximadamente 51 mil bolsas. Em 2016, 6,2 mil atletas de modalidades olímpicas e paralímpicas foram contemplados, além de outros 1.080 de modalidades não olímpicas e não paralímpicas. Em 11 anos de programa, o número de patrocinados cresceu 648,4%.

Apoio a atletas de ponta

Em 2013, foi criada a categoria Pódio, que conta com bolsas que variam de R$ 5 mil a R$ 15 mil. São apoiados aqueles que estão entre os 20 primeiros do ranking mundial de sua modalidade ou prova específica. No ciclo Rio 2016, foram 322 contemplados. O investimento até setembro do ano passado ultrapassou R$ 74,1 milhões.

Atualmente, 239 atletas são patrocinados com vistas à preparação aos Jogos de Tóquio 2020, em um investimento anual de R$ 31,5 milhões. Do total de contemplados, 72 foram medalhistas nos Jogos Rio 2016 e 80 atletas são patrocinados pela primeira vez nessa categoria.

Informações do Portal Brasil

 

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Chuveiro na posição "inverno" consome 30% mais. Banhos mais curtos ajudam a economizar até 40%. Geladeira em má condição consome até 70% da conta do mês. Em casa ou no escritório, tire os aparelhos eletrônicos da tomada quando estão fora de uso, principalmente televisão, aparelhos de DVD/Blue-Ray e de som.